quinta-feira, 28 de julho de 2011

Seminário Municipal de Educação - Cultura Afro Brasileira

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – CASINHAS/PE
 O Seminário de Educação Básica promovido pela Secretaria Municipal de Casinhas  nos dias 21 e 22/07,  veio com o tema:” Educação, Cultura e História na Perspectiva Afro-Brasileira”, onde contemplou a rede municipal de ensino de forma participativa e conjunta na Escola Municipal São Luiz/Casinhas.
      Tal seminário teve a participação de especialistas nas áreas de História e sociologia, a maioria dos quais militantes de movimentos negros como Severino Correia Lepê, bem como, de representantes do grupo de trabalho sobre Racismo do Ministério Público de Pernambuco como o promotor de justiça Dr. Rinaldo da Silva membro do GT/Racismo, que enfocaram não apenas o compromisso do repasse de conhecimentos, mais também de buscar despertar nos professores participantes a importância das lutas travadas pelo reconhecimento “do ser negro/a”, pelo combate ao racismo de crianças e adolescentes  e sua contribuição na formação da sociedade brasileira.
      Essa iniciativa pedagógica se deu devido à implantação do PROJETO MUNICIPAL AFRO PÉROLA NEGRA E DAS AÇÕES MUNICIPAIS NO COMBATE DO RACISMO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES, com a iniciativa e apoio do SELO UNICEF com seus seminários e material exposto ao nosso município, promovemos ações e mobilizações que contempla as quatro escolas pólo do município que tem como subtemas:
·         Escola Antonio Francisco de Paula/Bengalas – “O Brasil Redescobrindo suas Origens”.
·         Escola Professor Daniel/Montado – “A Educação e as Relações Étnicos Raciais”.
·         Escola São Luiz – “ Valorização da Cultura Afro Brasileira e indígena”.
·         Escola Luiz Ventura – “ A Alma não tem Cor na Construção das Maravilhas”.

    É a educação de Casinhas no rupmento do silêncio das questões étnicas raciais e do racismo, no cumprimento da lei 10.639.
Os professores foram recepcionados pelos alunos da Escola Luiz Ventura caracterizado com indumentárias africanas e baianas, incentivando assim nossos alunos a reconhecerem nossa cultura sem preconceitos.São nossos jovens alunos defendendo a cultura raiz.
O cerimonial ficou por conta da coordenadora municipal e representante da educação na comissão do selo UNICEF Egmar Santos, que junto às escolas municipais orienta ações pedagógicas no Projeto Afro Pérola Negra, que com propriedade conduziu o seminário. A mesma explanou questões como o combate ao racismo de crianças e adolescentes, intolerância religiosa, homofobia e exclusão do preconceito racial e lingüístico, utilizando o material fornecido pelo selo UNICEF.

Na abertura oficial do seminário a Secretária Municipal Verônica Geriz mencionou a importância e os objetivos do evento, bem como, parabenizou todas as escolas municipais pelo trabalho pedagógico desenvolvido. Ainda em  suas palavras a secretária  contragulou com os professores a iniciativa da secretaria em promover seminários para capacitá-los e que junto  a eles adquire conhecimentos, haja vista ,é professora também.Esclareceu ainda a secretária a trajetória dos palestrantes,a iniciativa e o trabalho conjunto e parceiro do selo UNICEF no combate ao racismo,a importância do selo UNICEF ao município, as coleções de livros didáticos e material dos selo unicef enviados para as escolas, pontuou o trabalhos eficaz da coordenação pedagógica municipal junto as escolas e a importância da equipe gestora e coordenação pedagógica das mesmas.


 A ornamentação ficou a cargo das escolas municipais, que com êxito e beleza fizeram das produções de seus alunos  um cenário de aprendizagem contextualizado com o tema proposto.As produções vieram das pesquisas, produções textuais, apresentações artísticas,dos material proposto pelo selo UNICEF, etc.As escolas foram tão pertinentes que encenaram alunos caracterizados no palco do seminário, quebrando assim paradigmas, e levando os jovens alunos á participação ativa no combate ao racismo.A iniciativa partiu da dedicação das equipes gestoras, coordenadoras, alunos, pais e professores.Isso prova o quanto a SME tem seriedade e privilegia as escolas em toda sua comunidade educativa.
Outro ponto auge do seminário foi a Professora Rita da Escola Antonio Francisco de Paula/Bengalas.A professora caracterizada de “Nega Maluca”, ao qual carinhosamente se refere aos negros, brincou com os professores, trouxe informações do nosso berço ancestral África, levou os professores a reflexão do preconceito contra os negros e do combate ao racismo em sala de aula, e anunciou o palestrante Lepê.Realmente  a professora e a escola estão de parabéns pela participação.



A satisfação dos professores foi nítida com a proposta do seminário. Todos participando e gostando das explanações dos palestrantes. As palestras atraíram a atenção dos professores que ficaram no evento no dia 21/07 até as 13h e no dia 22/07 o dia inteiro. Com plena certeza nossos professores saíram fortalecidos de conhecimento.
Mais uma vez a secretaria de educação fazendo a DIFERENÇA!
PARABÉNS A EQUIPE DA EDUCAÇÃO E A
 SECRETÁRIA VERÔNICA GERIZ.


1 comentários:

PROFESSOR AGACI SOARES disse...

Arlúcia meus parabéns, como educador não poderia deixar-te de prestigiar este blog, até então não tinha conhecimento sobre ele, adorei.

Continue divulgando. Serei seu leitor fiel.

Tecnologia do Blogger.

© GNT Casinhas - Nossa Gente em Foco, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena